Pedras no Caminho

MARIA FONTAINE

É compreensível ficar receoso com o futuro. Talvez, ao olhar para trás, você as lutas, as incertezas e até decepções que abalaram sua vida. Dores e perdas maiores talvez ainda pesem no seu coração e façam o futuro parecer um tanto intimidador.

Tenho boas notícias! Apesar dos imprevistos que, sem pedir licença, colocam nossas vidas de pernas para o ar, temos conosco as infalíveis promessas de Deus. Ele prometeu nos acompanhar, nos guiar, nos empoderar e encher nossos corações com paz, consolo e fé.

Ele está lá para nos ajudar nas tempestades, lutas da vida e vai nos guiar à esperança e à luz de um novo dia com Ele. Além disso, podemos nos fortalecer e avançar com esses revezes.

Imagine-se sob uma chuva incessante de pedras, como se tivesse sido pego em uma avalanche. Essas pedras representam os problemas, as dificuldades, os desapontamentos, os sofrimentos e as mágoas são parte da experiência humana.

É por isso que todos passamos por esses momentos em que somos apedrejados pela culpa, pela depressão ou pelo temor. A boa notícia é que podemos e devemos impedir que essas coisas mutilem nosso futuro. Como elas afetam nossas vidas é em grande medida determinado por nossas atitudes em relação a elas. Independentemente de essas “pedras” lançadas contra nós serem reais ou não passarem de mal-entendidos, temos um Salvador que pode nos ajudar a dissipar o que não é verdadeiro, gerar benefícios a partir das verdadeiras dificuldades e nos ajudar a enfrentar os desafios para adquirirmos sabedoria, nos tornarmos mais fortes e sermos mais como Ele.

Quando nos concentramos nos fatos das promessas de Deus, Seu amor por nós e no amor que temos pelos que nos são caros, esses “projéteis” que ameaçam nos destruir cairão por terra sem nos abalar, para que, misturados com as chuvas do seu amor possam se tornar em um caminho plano pelo qual poderemos seguir.

Essa é a transformação que Deus pode trazer às nossas vidas. Quando nos recusamos a deixar que nossos problemas nos derrotem e escolhemos levá-los a Deus, Ele pode transformá-los em determinação e fortalecer nossa fé.

Se quiser mais artigos de Maria Fontaine, visite o Espaço dos Diretores.