Confiar no Perfeito Amor de Jesus

MARIA FONTAINE

Estas são algumas palavras que me vêm à mente quando penso no amor de Jesus por nós: perfeito, grátis, incondicional, e eterno.

O amor de Jesus é perfeito. É a única coisa no mundo absolutamente perfeita. Existem muitas coisas boas, belas e maravilhosas, mas nada é perfeito como o Seu amor. Vivemos em um mundo imperfeito, com seres humanos imperfeitos, em condições imperfeitas – mas o amor de Jesus é o que nos possibilita enfrentar tudo que a vida coloca no nosso caminho. Jesus é prefeito, assim como o Seu amor.

O amor de Jesus é grátis. Não é preciso trabalhar para ganhá-lo, fazer por merecê-lo, ou provar-nos dignos dele. Isso é bom, porque todos nós pecamos e cometemos erros. Se tivéssemos que fazer por merecer o amor de Jesus, nenhum de nós o receberia, porque somos seres humanos com defeitos e pontos fracos.  Jesus, na Sua previsão e sabedoria divinas, sabia disso e optou por nos amar incondicionalmente.

O Seu amor é eterno. Não é algo que existe hoje e amanhã se irá. O amor de Jesus não tem data de validade nem esmaece com o tempo. Não pode ser roubado ou retirado de nós. Ele não envelhece com o tempo nem sai de moda. É tradicional e histórico, no entanto atual e moderno. Ele é sempiterno. Jesus nos amou desde os primórdios do tempo, e continuará nos amando por toda a eternidade.

Ele não nos ama apenas quando estamos felizes, tendo um bom desempenho na escola da vida, ou fazendo a diferença na vida de outros. Ele nos ama quando estamos felizes e quando estamos deprimidos. Ele nos ama quando estamos bem de saúde ou doentes. Jesus nos ama quando nossos atos são dignos de louvor e quando O entristecem.

Devemos nos lembrar da abrangência do Seu amor, que Ele não nos ama apenas nos bons momentos. A maneira como Jesus age em nossas vidas e Sua escolha é algo que muitas vezes não entendemos. É misterioso e exige fé e paciência da nossa parte, porque o cronograma dEle pode ser bem diferente do nosso. Viver como cristão exige fé e confiança, porque não estamos no controle, Jesus está. Devemos nos lembrar constantemente que Ele sabe o que é melhor e faz todas as coisas bem. Além disso, as Suas prioridades frequentemente são diferentes das nossas, pensando muito mais no longo prazo e tendo em conta a visão panorâmica da nossa vida.

Até mesmo contando com todas as fabulosas promessas, como, por exemplo, “Tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vos dará,”1 “Pedi e recebereis; buscai e encontrareis; batei e abrir-se-vos-á,”2 e “Se tiverdes fé, nada vos será impossível”3. Devemos nos lembrar que podemos fazer a nossa parte, mas não decidimos as jogadas. Não somos nós que temos a visão panorâmica de passado, presente e future, e o plano mestre para a eternidade. Podemos colocar Jesus contra a parte e extrair toda a força espiritual que ELe nos disponibilizou, mas, em última análise, é a Sua vontade que será feita. Jesus está no controle e sabe o que é melhor.

Por isso é muito importante ter uma confiança simples no Senhor e no Seu perfeito amor, caso contrário vamos questionar demais quando as coisas não acontecerem como esperávamos ou inclusive como oramos fervorosamente para que acontecessem.

São muitas as palavras do Senhor sobre esse assunto, tanto na Bíblia como em muitos textos de homens e mulheres de fé nos últimos dois mil anos. É bom parar de vez em quando para recapitular os diferentes motivos por que o Senhor age de certa maneira, por que os resultados nem sempre são como gostaríamos, por que as orações nem sempre são atendidas como esperávamos, e por que às vezes a vida é muito mais difícil do que achamos que deveria ser.

Se não fortalecermos a nossa fé, a vida pode parecer bem difícil, e sem motivo aparente. Nesse caso, podemos começar a achar que a culpa é nossa, que devemos estar fazendo algo errado por isso as coisas não estão dando certo, que o Senhor deve estar chateado, por isso não está atendendo toda oração, e que talvez as promessas que Ele deu não funcionam “conforme anunciado”.

Mas quanto mais estudamos a Palavra de Deus, mais a nossa fé aumenta.4 E depois de um tempo veremos muitas promessas maravilhosas e explicações a dúvidas antigas, como, por que parece que Deus nem sempre atende às nossas orações. Mas a questão é que a vida, com todas as provas e dificuldades que enfrentamos, e as ocasiões quando nossas orações aparentemente não são atendidas, continuará sendo uma prova de fé. Será sempre assim, até chegarmos ao Céu.

Sempre que a situação está difícil e você acha que as coisas não estão acontecendo como esperava, quando acha que suas orações não são atendidas, que as provações na vida estão duras demais, a batalha parece prolongada, a sua fé está sendo atacada, e você se sente fraco e acha que não vai aguentar muito mais, suba na firme rocha do alicerce que Deus supriu para a sua fé por meio de Suas muitas promessas e palavras encorajadoras, e descanse em segurança nesse abrigo.

Console-se também por saber que essa batalha não é apenas sua. É comum a todo cristão tanto hoje como em tempos passados. E a resposta continua a mesma: confiar em Deus e nos Seus maravilhosos caminhos. Não é possível calcular tudo. Então anime-se por meio da Palavra, relaxe e console-se sabendo Jesus está no controle de tudo. Descanse nos braços de Jesus, deixe-O protege-lo e ampara-lo. E a tempestade passará na hora que Deus sabe ser melhor.

Se quiser mais artigos de Maria Fontaine, visite o Espaço dos Diretores.


Notas de rodapé
  1. João 15:16.
  2. Mateus 7:7.
  3. Mateus 17:20.
  4. Romanos 10:17.