Deus Faz Algo Novo

PETER AMSTERDAM

A ressurreição de Jesus foi a primeira fase da nova criação de Deus, um novo tipo de existência — um corpo humano foi transformado pelo poder de Deus e deixou de ser afetado pela morte, degradação e corrupção. Isso foi algo inédito! “Sabemos que, havendo Cristo ressurgido dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre Ele.”1

O corpo ressurreto de Jesus não sentia mais as dores da tortura que havia sofrido — Suas costas foram dilaceradas pelas chicotadas, Sua cabeça machucada pela coroa de espinhos, Suas mãos e pés perfurados. Ele não estava mais esgotado ou exausto por tudo que sofrera.

Seu corpo ressuscitado não era um espírito, mas físico e Seus discípulos o puderam tocar. Ele lhes ensinou,2 caminhou com eles,3 cozinhou para eles4 e comeu com eles.5 Em determinada ocasião, reuniu-se com 500 de Seus seguidores.6 40 dias após haver ressuscitado,7 ascendeu fisicamente para o céu,8 onde, em Seu novo corpo, senta à direita de Deus.9

Na qualidade de cristãos e como parte da nova criação de Deus, podemos esperar com antecipação pelo momento em que, quando da volta de Cristo, Deus ressuscitará nossos corpos.10 O apóstolo Paulo se refere à ressurreição fazendo analogia com uma semente da qual nasce uma planta completa.11 Ele explica que esses novos corpos serão imperecíveis, ressuscitados em glória e poder. Serão corpos espirituais.12

Por serem imperecíveis, não terão as fraquezas que têm agora. Não serão afetados pelo pecado e pela natureza humana após o pecado, como hoje, mas serão totalmente obedientes ao Espírito Santo e guiados por Ele, como um corpo espiritual. Segundo Wayne Grudem, “nestes corpos ressuscitados, veremos claramente a humanidade como Deus tencionou que fosse”.13

Quando alguém aceita Jesus como Salvador, o Espírito de Deus passa a habitar nessa pessoa, que vivencia uma renovação e regeneração. A regeneração é a produção de uma nova vida, consagrada a Deus, uma mudança radical da mente. “Quando apareceu a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o Seu amor para com os homens, não por obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a Sua misericórdia, Ele nos salvou mediante a lavagem da regeneração e da renovação pelo Espírito Santo”.14

Como parte da nova criação, o Espírito de Deus regularmente nos renova, nos muda e nos ajuda a nos revestirmos da mente de Cristo, na medida em que desenvolvemos e refletimos algumas características de Deus ao crescermos em amor, alegria, paz, paciência, bondade, fidelidade, gentileza e autocontrole.15

É por isso que temos tanto a celebrar! O Espírito Santo de Deus vive em nós para nos ajudar, nos guiar e nos renovar. Somos parte da Sua nova criação. Viveremos eternamente em nossos novos corpos, gozando de perfeita saúde e livres dos efeitos do envelhecimento, de doenças ou outros males. Temos a honra e o privilégio de compartilhar com os outros as boas novas do Evangelho: o amor que Deus tem pelo indivíduo, a oferta de vida eterna, a ressurreição, o tornar-se uma nova criatura em Cristo Jesus hoje e parte da nova criação maior na eternidade.

Sejamos motivados pela beleza da dádiva de Deus por Jesus, para dividir suas bênçãos com tantos quanto pudermos.

Se quiser mais artigos de Peter Amsterdam, visite o Espaço dos Diretores.


Notas de rodapé
  1. Romanos 6:9.
  2. Ver Lucas 24:27.
  3. Ver Lucas 24:13–15.
  4. Ver João  21:9–13.
  5. Ver Lucas 24:41–43.
  6. Ver 1 Coríntios  15:6.
  7. Ver Atos 1:3.
  8. Ver Atos 1:9–11.
  9. Ver Marcos 16:19.
  10. Ver 1 Tessalonicenses 4:16–17; 1 Coríntios 15:51–52.
  11. Ver 1 Coríntios 15:35–38.
  12. Ver 1 Coríntios  15:42–44,49.
  13. Wayne Grudem, Teologia Sistemática, p. 832.
  14. Tito 3:4–5.
  15. Ver Gálatas 5:22–23.